Boa Prosa

Deu “ruim”, e agora?

Otavio Leonhardt EM 19/9/2017

Algo saiu fora do esperado! Deu “ruim”! E agora???

Com certeza você já passou por isso algumas vezes. E aí, quais foram as suas reações? Ficou envergonhado? Enrubescido? Paralisado, sem saber o que fazer ou para onde ir? Puto, esperneando para Deus e o mundo toda a sua raiva?

Quais ações tomou para que esse ocorrido não mais voltasse a acontecer? Se planejou mais? Ficou mais contigo? Ou passou a aceitar mais riscos? Aprendeu o que falar e o que não falar em tais circunstâncias?

Engraçado que na maioria dos casos somos mobilizados pelo medo de repetir, de passar por aquela situação novamente. O que nos faz trabalharmos muito mais na defesa, pensando em não tomar gols do que vencer.

Convite Boa Prosa Setembro/2017 - O negócio "deu ruim"! E agora?

Convite do Boa Prosa de Setembro/2017 – O negócio “deu ruim”! E agora?

Você já se perguntou qual a origem desses comportamentos? Onde foi que aprendemos isso? Na escola? Na faculdade? Em casa? Será que foi no trabalho?

Pois é, em todos esses ambientes fomos “incentivados” pela palavrinha NÃO! Menino, não ponha a mão na tomada! NÃO coloque o dedo do pé na boca! NÃO pode tirar nota baixa! NÃO pode falar na sala de aula! NÃO pode comprar a mercadoria sem autorização! NÃO, NÃO e NÃO!

Desde pequenos fomos “catequizados” a não errarmos. A sermos inábeis ao lidar com o fracasso. Que o fracasso é ruim! Afinal de contas, quem gosta de andar com quem as coisas dão errado? Quero é fazer parte daqueles que tudo dá certo!

Claro que queremos acertar seja na vida quanto nos nossos negócios. Mas é uma grande ilusão acreditar que tudo dará certo! Que o business plan construído tão cuidadosamente será executado na risca. Que a estratégia de vendas para o ano será implementada timtim por timtim. Não damos espaço para o erro, para aquilo que surgiu e não havíamos pensado, nem mesmo imaginado. E quando isso acontece, e sempre acontece, não estamos preparados para lidar com isso. Ficamos putos, envergonhados, paralisados etc. Como se adiantasse…

Será possível adquirir essa competência? Esse jogo de cintura para lidar melhor com esses momentos?

Posso te dizer que sim! Há um ano fiz um curso de improvisação com o objetivo de aprender a lidar com o inesperado, em situações em que estou com grupos de trabalhos, conduzindo discussões e por aí vai. O público do curso normalmente são atores, mágicos e pessoas que lidam com o público de uma forma geral, onde o imponderável faz parte.

Lá eu descobri que o improviso é a base de trabalho do palhaço. Que a todo o momento está na corda bamba com o público, tendo que adaptar as brincadeiras com cada resposta que o público dá. A sua filosofia é a do SIM. Isso mesmo: SIM! Ele sabe que haverá momentos onde ele se perderá por algum motivo, que o resultado da brincadeira feita não será o esperado e que para continuar “de pé” na frente do público, deverá usar o que não funcionou a seu favor. E muitas vezes é aí que a coisa fica boa! É nesse momento que o público mais se diverte. Pode se lembrar das experiências que já teve com os bons palhaços que já cruzou, não foi isso?

Se o palhaço pode e utiliza dessa técnica, porque nós não usamos também, nos negócios?

Será que se partirmos da premissa que algo não sairá conforme o desejado, que algo “vai dar ruim”, nós não podemos estar mais preparados? Não que tenhamos que possuir as respostas, mas que ao trabalhar com essa possibilidade possamos aproveitar esses momentos a nosso favor? Como dizem: fazer do limão uma limonada!

Olhe para suas experiências e avalie os fracassos, os erros cometidos até aqui como pessoa de negócio. Como olha para cada um dos acontecimentos? Com o mesmo sentimento? Dá o mesmo peso? Valoriza ou não?

Junte essa avaliação à possibilidade de começar a usufruir da técnica do palhaço de dizer SIM e aproveitar o que não funcionou em algo bom para você, para o seu negócio e para o seu mercado.

A vida lhe trará muitos deu “ruim”, que tal começar a encará-los de uma outra forma?

Para saber mais sobre o Boa Prosa e se inscrever para o próximo acesse aqui: Boa Prosa.

Assine nosso canal do youtube
Curta nossa página no Facebook
  • Outras Dicas

    É um rito muito comum, de tempos em tempos, nós
    [caption id="attachment_546" align="alignright" width="300"] Boa Prosa - Qual o gosto

    VOLTAR PARA TODAS AS DICAS

    Quer receber nossas dicas e ferramentas por e-mail?
    Assine nossa newsletter!






  • Fale com a gente
    contato@evocare.com.br







  • Otavio Leonhardt
    +55 11 93801 6029




  • Todos os direitos reservado © 2018 EVOCARE